Engordando com o Hipotireoidismo

Engordando com o Hipotireoidismo

Muitas pessoas não sabem que têm esse problema, mas podem estar Engordando com o Hipotireoidismo. Como saber se você é uma delas?

O que é Hipotireoidismo?

O hipotireoidismo é uma disfunção na tireoide (glândula que regula importantes órgãos do organismo), que se caracteriza pela queda na produção dos hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina). É mais comum em mulheres, mas pode acometer qualquer pessoa, independente de gênero ou idade, até mesmo recém-nascidos – o chamado hipotireoidismo congênito.

Quais os sintomas do Hipotireoidismo?

Um dos principais sintomas dessa doença é que ele acarreta na redução da performance física e mental do adulto, além de elevar os níveis de colesterol, que aumentam as chances de problemas cardíacos.

Depressão, desaceleração dos batimentos cardíacos, intestino preso, menstruação irregular, falhas de memória, cansaço excessivo, dores musculares, pele seca, queda de cabelo, ganho de peso e aumento de colesterol no sangue estão entre os sintomas do hipotieroidismo.

Hipotireoidismo Engorda?

O aumento de peso com hipotireoidismo está diretamente relacionado com os sintomas descritos abaxio:

  • Desacelera o metabolismo – Um metabolismo mais lento diminui a quantidade de calorias gastas. Se você continua a ingerir a mesma quantidade de calorias que anteriormente, você vai aumentar de peso. Os hormônios tireoidianos baixos interferem na glicemia, aumentando o apetite.
  • Aumenta a retenção de líquidos – Cerca de 2 a 5 kg de aumento de peso podem estar relacionados à retenção de líquidos. Com um metabolismo mais lento a temperatura do corpo desce e as temperaturas baixas estão associadas à retenção de água.
  • Depressão e ansiedade – Muitos pacientes com hipotireoidismo sofrem de ansiedade e depressão, o que leva os pacientes a comer mais para se sentirem bem.

Como tratar o hipotireoidismo?

A primeira conduta a ser tomada é informar seu médico sobre a suspeita para que ele possa pedir um exame laboratorial para investicar o caso. 

Outra substância que ajuda a regular os níveis hormonais da tireóide é o iodo. O iodo pode ser utilizado através do composto chamado Lugol, encontrado em qualquer farmácia de manipulação.

Os minerais suplementares como o selênio e iodo ajudam a equilibrar o funcionamento metabólico. Em alguns casos, é necessário utilizar hormônio de substituição como a levotiroxina sódica. Para isso, verifique a necessidade com o seu médico.